Shinran: Sua Vida e PensamentoNorihiko Kikumura (Autor), Daiei Kaneko (Prefácio), Ricardo Sasaki (Tradutor), José Carlos Reis (Tradutor)
Edição Impressa:
222 pgs. Edições Nalanda, 2014 | R$ 40,00
Edição Ebook:
Edição ebook pela Amazon
Edições Nalanda, 2014 | Valor: R$ 23,99

“De todos os desenvolvimentos que o Buddhismo Mahāyāna conquistou no Extremo Oriente, o mais extraordinário é o ensinamento Shin da escola da Terra Pura”. – D. T. Suzuki

Shinran Shōnin (1173 – 1263) é o nome completo e o título pelo qual o fundador da escola buddhista japonesa da Terra Pura (Jōdo Shinshu) é reverenciado, porém, frequentemente, ele é designado somente como Shinran. Shōnin significa pessoa humilde e pura, e é um honorífico dado a Shinran pelos seus discípulos; Shinran nunca o usou para se referir a si mesmo.

Nascido em Hino, no Japão, Shinran foi um dos alunos do grande mestre Hōnen, chegando a ser exilado durante um período de perseguições.

Esta obra é a mais completa biografia do ilustre fundador da Verdadeira Escola da Terra Pura do Buddhismo japonês a aparecer até agora em língua portuguesa.

compre a edição impressa

compre o ebook na Amazon.com.br

Como ler um ebook


Um trecho da Introdução

Shinran Shōnin é considerado o fundador do Jōdo Shinshu, do qual o grande erudito D. T. Suzuki escreveu: “De todos os desenvolvimentos que o Buddhismo Mahāyāna conquistou no Extremo Oriente, o mais extraordinário é o ensinamento Shin da escola da Terra Pura”.

Shinran Shōnin é o nome completo e o título pelo qual o fundador do Jōdo Shinshu é reverenciado, porém, frequentemente, ele é designado somente como Shinran. Shōnin significa pessoa humilde e pura, e é um honorífico dado a Shinran pelos seus discípulos; Shinran nunca o usou para se referir a si mesmo.

Shinran usou cinco nomes durante sua vida. Isso era uma prática comum durante aquele período quando nomes eram trocados por ocasião de importantes eventos. A tradição diz que lhe foi dado o nome Matsuwakamaru ao nascer. Por ter recebido o hábito de monge aos 8 anos, foi lhe concedido o nome de Hannen. Foi-lhe dado o nome Zenshinshō Shakku na idade de 28 anos, quando o mestre Hōnen o admitiu como discípulo. Quando foi exilado pelo governo, aos 34 anos, ele foi forçado a assumir o nome secular de Fujii Yoshizane.

O nome Shinran foi escolhido depois de muitos anos. Em nenhum lugar Shinran falou sobre a razão de ter escolhido este nome, porém, estudiosos creem que ele tenha se identificado doutrinalmente com duas importantes figuras buddhistas: Tenjin (Tenshin) Bosatsu e Donran Daishi.

Tenjin Bosatsu foi um sábio monge buddhista que é mais conhecido fora do Japão pelo seu nome indiano de Vasubandhu. Tenjin foi o nome dado para Vasubandhu quando suas primeiras obras foram traduzidas para o chinês. Mais tarde, um erudito atribuiu caracteres chineses para Vasubandhu que, em japonês, é lido Sesshin, e esse é o modo pelo qual ele é frequentemente designado no Japão pelas outras denominações buddhistas. Como Shinran usou textos onde Vasubandhu é chamado de Tenjin, entretatno, é desse modo que ele é conhecido no Shinshu. Tenjin Bosatsu nasceu aproximadamente em 320 da era moderna e morreu por volta do ano 400. Ele enfatizou a fé sincera no Voto Causal do Buddha Amida. O seu trabalho mais conhecido é o Jōdoron (Discursos sobre a Terra Pura) em um volume.

T’an-luan foi um sábio monge chinês e, no Japão, é conhecido como Donran Daishi. Ele viveu entre 476 e 542 d.C. Donran ensinou que a iluminação por meio de jiriki (esforço por si próprio) é um caminho difícil que só poucos podem conseguir, enquanto a iluminação por meio de tariki (o poder centrado no Buddha) era um caminho que poderia ser seguido por pessoas comuns. Sua obra mais conhecido é o Ōjōronchu (Comentário sobre o Jōdoron de Tenjin).

Shinran selecionou sete notáveis monges-sábios buddhistas como seus antepassados espirituais e celebrizou-os em seu Shōshinge (Hinos sobre a Verdadeira Fé). Dos sete, Tenjin Bosatsu foi o segundo antepassado espiritual e Donran Daishi, o terceiro.

Quando Shinran anunciou seu nome, ele foi seguido pelo seu próprio título de gutoku, que significa “ignorante de cabelo curto”. São muitos os comentários que tentam explicar o significado desse título, porém, são todos especulativos; Shinran nunca explicou porque ele o escolheu. De todos os escritos de Shinran em seus últimos anos ele usou o nome e título de Gutoku Shinran.

Seiscentos anos após sua morte, o imperador Meiji conferiu o nome e o título de Kenshin Daishi para Shinran. Esse nome significa “Grande Mestre, Profeta da Verdade”.


Comentários de quem leu:

“Essa foi a primeira (obra) biografia que li sobre um budista ilustre japonês e gostei bastante porque o autor nos apresenta o pensamento, os altos e baixos da vida de Shinran sem glamouralização alguma. E ainda nos dá um panorama da sociedade japonesa da época que ele viveu”.

“Para quem gosta de conhecer a respeito do Budismo, um livro rico em informações. O autor, atingiu em cheio ao que se propôs. Muito bom, um dos melhores livros que li sobre conceitos budistas”.

“Muito bom e útil para a propagação do Budismo Shin em língua portuguesa. Parabéns a todos os envolvidos nesse trabalho”.

“Texto fluido e irá agradar tanto praticantes quanto pesquisadores. O cruzamento de informações entre o Godesnho e Eshinnisho garante a veracidadedas informações e a discussão socio-cultural da época como pano de fundo, dá a obra uma grande credibilidade. Recomendo!”


Comprou, leu e gostou do livro? Se você escrever uma avaliação no site da Amazon e nos avisar, nós mandaremos um ebook gratuito sobre Buddhismo no formato que você desejar.


Quer saber sobre novos lançamentos? Inscreva-se em nosso boletim para receber notícias por email sobre novos textos selecionados, eventos, cursos online e lançamentos de livros. Enviamos no máximo 1 email por semana.[contact-form-7 id=”5650″ title=”inscreva-se em nosso boletim”]