Quem Somos

.

A Comunidade Buddhista Nalanda é um espaço criado para o entendimento e prática dos ensinamentos primevos do Buddha. O Buddha deu à humanidade instruções claras sobre a natureza do homem e sua vida, bem como indicou o caminho de purificação e libertação das aflições mentais. Dirigido a todos os homens ‘com olhos para ver e ouvidos para ouvir‘, sua mensagem não era restrita a uma certa camada da população, nem possuia restrições religiosas, econômicas ou sociais. No decorrer dos séculos, seus ensinamentos foram por vezes transformados e reformulados, sofrendo mesmo acréscimos culturais e doutrinais.

Na Comunidade Nalanda buscamos redescobrir os ensinamentos originais do Buddha, investigando as expressões mais antigas de seus ensinamentos, bem como as linhagens de transmissão dos mestres que, através dos séculos, trouxeram o Dhamma precioso até os dias atuais.

Nosso intuito principal é colaborar nessa reflexão sobre a mensagem intemporal do Buddha, oferecendo para isso espaços de meditação e estudo, nos quais são realizados cursos, reuniões e retiros. Nossas atividades têm como finalidade ajudar na compreensão teórica e prática do Dhamma (o ensinamento do Buddha); colaborar na transmissão de técnicas de meditação tradicionais; e incentivar a formação de um grupo de pessoas que se esforce por viver segundo tais ensinamentos.

A Comunidade Buddhista Nalanda veicula primariamente os ensinamentos e práticas da Escola Theravada (a mais antiga das escolas buddhistas existentes), tendo como inspiração principal a tradição contemplativa dessa escola, estando conectada a linhagens do Camboja, Thailândia, Sri Lanka e Birmânia (Myanmar). Para saber mais sobre as diversas escolas buddhistas, você pode clicar aqui.

A escola Theravada é pouco conhecida no Brasil, apesar de ser aquela que mais possui aderentes no mundo. Dentro da escola Theravada, estamos principalmente ligados à tradição thai-birmanesa, e oferecemos cursos, livros, prática semanal e retiros de prática intensiva de meditação, além de um site cheio de informações.

Entretanto, apesar de ligados primariamente à escola Theravada, nossas influências foram muitas e por isso mantemos uma firme atitude de harmonia fundamental entre todas as escolas ortodoxas, mantendo laços de amizade com vários centros e professores de outras escolas buddhistas, os quais sempre convidamos para ministrar seus ensinamentos. A ênfase em nossos grupos é colocada sobre a prática da meditação, o estudo do Dhamma em suas várias manifestações e a vida diária.

A Comunidade Buddhista Nalanda é também um dos poucos centros no mundo reconhecidos como veiculando os ensinamentos de Ajahn (Acariya) Buddhadasa, além de ser membro da Pali Text Society, UK e da Buddhist Publication Society, Sri Lanka; e parceiro do K.J.Somaiya Center para Estudos Buddhistas e do Nalanda Mahavihara University, ambos da Índia, e do Bright Dawn Institut, USA,  para projetos educacionais. Temos ligações estreitas de amizade e para projetos educacionais com o projeto Buddhadasa e o mosteiro Wat Suan Mokkh da Thailândia, com o Liberation Park dos EUA e com o Birmingham Buddhist Vihara da Inglaterra. Também desenvolvemos um trabalho de tradução e escrita, veiculado por este site e seus afiliados e os blogs Folhas no Caminho e No Que os Buddhistas Acreditam, além de Edições Nalanda, e convidamos que você também nos ajude nesse projeto.

Um outro grande projeto em andamento é a construção do Centro de Retiros Nalandarama, já com espaço para 34 pessoas. Nele realizamos retiros e workshops regularmente.

A Comunidade Buddhista Nalanda foi fundada por Upasaka Dhanapala em maio de 1989 com o objetivo de promover o estudo e a prática dos ensinamentos da tradição buddhista em solo brasileiro. Nosso foco não é em formar instrutores ou professores, não é criar círculos esotéricos de iniciados e não-iniciados, nem estabelecer hierarquias de gurus e discípulos ou antigos e novos; mas, sim, incentivar a existência de amigos dispostos a se ajudarem mutuamente no entendimento e prática dos ensinamentos primevos do Buddha. À medida que cresce o interesse nos ensinamentos do Buddha, nossa comunidade também cresce, contando com grupos de prática em Aracaju e Camaquã, além de sua sede em Belo Horizonte. A Comunidade também conta com membros à distância espalhados por todo o Brasil e além-mar, os quais, além de receber mensalmente material inédito, podem interagir uns com os outros, ajudando a comunidade a continuar. Com isso buscamos trazer pelo menos um pouco uma sensação de proximidade e prática conjunta para pessoas vivendo distantes de centros de dharma.

O que significa Nalanda?

Nalanda significa “o lugar que oferece o lótus”. A flor de lótus é um símbolo oriental que se refere ao conhecimento espiritual, o caminho de investigação e descoberta interior. Um outro significado da palavra, mencionado por um peregrino chinês, é o de “generosidade sem fim”. Nalanda também é o nome da localidade onde se situava uma das mais famosas universidades buddhistas de antigamente, a qual floresceu entre os séculos V e XII. Segundo a tradição, Nalanda foi visitada muitas vezes pelo Buddha, sendo também o lugar de nascimento de um de seus principais discípulos, o venerável Sariputta. Conheça mais sobre a antiga universidade de Nalanda na Índia.

4 Comments:

  1. Estou interessado em frequentar as práticas em B. Hte. Moro no interior e nesta segunda feira dia 28 estarei em B.Hte e gostaria de conhecer o local. Favor nos fornecer maiores detalhes. Agradecido, Humberto

  2. Humberto Barahona

    Estimado Ricardo Sasaki, buen día. Me gustaría tener tu eMail para enviarte una nota. Nuestro encuentro en HK fué grato y creo que podría ser útil cultivar una mayor relación aquí en Sudamérica, en beneficio de la difusión del buddhismo para provecho de todos. Cordialmente, Humberto, de Chile.

  3. Rodrigo da silva ribeiro

    Moro na cidade de tres pontas sul de minas gerais quero saber mais sobre o buddhismo

  4. Fernando Adell Paiva

    Sou de Três Pontas no sul de Minas, mas estarei em BH durante toda a semana que vem. Gostaria muito de visita-los e conhecer mais sobre o Budismo. Acho que seria perfeita para mim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>