Livro: Céu Azul, Verde Mar

Céu Azul Verde Mar: Noções sobre o Buddhismo Coreano
Autor: Ricardo Sasaki
Edição Impressa:
76 p. Edições Nalanda, 2005 | Valor: R$ 30,00
Edição Ebook:
Edição ebook pela Amazon
Edições Nalanda, 2005 | Valor: R$ 9,66

É um prazer informar a republicação, agora em formato ebook, do livro “Céu Azul Verde Mar: Noções sobre o Budismo Coreano”, dedicado a apresentar alguns conceitos sobre o Budismo na Coréia, bem como sua história. Tomando como base um verso da tradição do Budismo Zen , ele foi escrito numa mescla de exposição histórica e experiências pessoais, com o objetivo de não ser apenas uma apresentação fria e seca de conceitos buddhistas, mas dar um toque de pessoalidade à história.

compre a edição impressa

compre o ebook na Amazon.com.br

Como ler um ebook


O Buddhismo Coreano é uma das formas mais interessantes que tomou o ensinamento do Buddha nas terras asiáticas. Tendo em sua milenar história eruditos notáveis, monges dedicados e fiéis devotos, o Buddhismo que floresceu na Coréia possui características únicas. O compromisso de seus representantes em compreender profundamente a herança chinesa que receberam e resolver as dificuldades filosóficas que se evidenciaram durante o processo de transmissão dotou o Buddhismo Coreano de uma tonalidade conciliatória e sintética, disposta a levar às últimas conseqüências a análise detalhada dos textos e doutrinas herdadas a fim de encontrar o ponto em comum entre elas.

Conhecida como t’ong pulgyo (“Buddhismo interpenetrado”), essa é uma das características marcantes desse Buddhismo que se desenvolveu encaixado entre duas poderosas forças, o Buddhismo Chinês e o Japonês. A constante busca de conciliação doutrinal entre todas as formas de Buddhismo desenvolvidas na Índia e na China torna o Buddhismo Coreano especialmente interessante na época multiculturalista em que vivemos. Neste livro, Ricardo Sasaki alinhava, em quinze capítulos, sua experiência pessoal no Buddhismo Coreano com a descrição histórica de seu desenvolvimento. Um poema inicial se torna o fio condutor que levará o leitor a descobrir um novo mundo de significado.

Eis o verso que permeia o conteúdo de “Céu Azul, Verde Mar”:

“O Céu Azul e o Verde Mar
São a Face Original do Buddha.
O som da cachoeira e o canto do pássaro
São as grandes escrituras.
Onde você está indo?
Olhe os seus passos.
A água flui para o mar
As nuvens flutuam em direção aos céus”.

Os 15 capítulos, então, se desenvolvem a partir daí, em quatro partes:
Parte 1 – Céu Azul e Verde Mar

Capítulo I: Sem Tempo para Perder

Capítulo II: A mente zen é a mente de todos os dias

Capítulo III: Encontrando o Ponto Primário

Capítulo IV: A Face Original do Buddha

Parte 2 – A Cachoeira e o Canto do Pássaro

Capítulo V: O Buddhismo chega na Coréia

Capítulo VI: Wônhyo

Capítulo VII: A Grinalda de Flores

Capítulo VIII: – O Significado da Experiência

Parte 3 – Onde Você Está Indo?

Capítulo IX: O Período Unificado de Silla

Capítulo X: O Período Koryô

Capítulo XI: O Período Choson/Yi

Parte 4 – As Águas Fluem para o Mar

Capítulo XII: Primeira Mente

Capítulo XIII: Por que Cantar?

Capítulo XIV: Mente Clara – Não Sei

Capítulo XV: A Água Flui para o Mar

 


Ótima literatura para os que já possuem algum conhecimento sobre o buddhismo. Nos dá um panorama mais amplo de como os ensinamentos de Buddha se disseminaram na Ásia, em especial na Coreia, China e Japão. Muito rico em detalhes.

 

O mérito da obra em minha opinião está em conseguir transportar o leitor para a atmosfera dos templos e mestres. Gostei.

 

Já li a edição em papel deste livro e recomendo fortemente para aqueles que desejam entender a formação filosófica e liturgica do Buddhismo em terras coreanas. Muito se fala sobre as escolas chinesas e japonesas do buddhismo por essas terem sido amplamente divulgadas e discutidas por muitos autores ocidentais, mas o Buddhismo coreano, infelizmente relevado a segundo plano em termos de divulgação no ocidente, possui características muito especiais que se traduzem em entendimentos profundos das escrituras e nas estruturas das cerimônias de cada escola. Para os que gostam de história ou mesmo sejam simpatizantes do Buddhismo, não importando a qual escola ou tradição pertençam, é um livro para ser lido, sem dúvida alguma.

 

Uma leitura muito agradável, reune história do buddhismo, memórias do autor de sua experiência com o buddhismo coreano e ainda ensinamentos que tocam ao coração.


Comprou, leu e gostou do livro? Se você escrever uma avaliação no site da Amazon e nos avisar, nós mandaremos um ebook gratuito sobre Buddhismo no formato que você desejar.


Quer saber sobre novos lançamentos? Inscreva-se em nosso boletim para receber notícias por email sobre novos textos selecionados, eventos, cursos online e lançamentos de livros. Enviamos no máximo 1 email por semana.

Nome Completo (necessário)

Seu Email (necessário)


Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada
Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

Sua Mensagem (opcional)


 

3 Comments:

  1. Celso Carrera

    Li o livro “Ceu Azul Verde Mar” em 2005, logo após um Work Shop com o Prof.Ricardo Sasaki. Gostei muito, e lerei novamente.

  2. Pingback: Dias pela paz na Coréia do Sul – 1 - Folhas no Caminho

  3. Pingback: Dias pela paz na Coréia do Sul – 2 - Folhas no Caminho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Insira as letras desta imagem

Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>